Pesquisar neste blog

sábado, 29 de outubro de 2011

15 O Vasculhador de Almas




Eu sei.
Não me perguntes como.
Simplesmente... eu sei.

Cada palavra tua
Cada pensamento
O esboço dos teus sentimentos
Os suspiros em forma de vírgula...

Eu sei.

Mas não me temas.
Eu te compreendo.
Mesmo que não aceite às vezes,
Compreendo

E isto já basta.

Angelus.

15 comentários:

  1. Belíssimas palavras...estranho como o saber e o compreender as vezes se tornam inexplicáveis.


    http://odespertardumsonho.blogspot.com/2011/10/o-inacabado.html

    ResponderExcluir
  2. Não sei qual o motivo desse poema.. mas para mim, remeteu a um relacionamento, onde eu sabia que a guria estava mentindo para mim, apenas com as expressões.. sabe, ela não precisava falar nada, mas quando ela chegou em minha casa, eu ja imaginei a merda que ela tinha feito..
    Enfim, curti :D
    www.estena.com.br

    ResponderExcluir
  3. Esse "saber" que sentimos, essa certeza sem confirmação, dói mais do palavras sinceras. Lindas palavras!

    ResponderExcluir
  4. Apesar de não falarmos nada, algumas pessoas simplesmente sabem tudo sobre nós. E para elas é suficiente nos compreender, porque já conhecem nossa hesitação.
    Mas acho que esse vasculhador de almas se refere a Deus. E, apesar de não aceitarmos, ele sabe tudo.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. As palavras estão formando frases poderosas que atingem a parte vital do ser humano...sua sensibiidade. Obrigado pelas visitas de sempre querido amigo !


    um abraço

    ResponderExcluir
  6. São poucas as pessoas que sabem.
    Feliz daquele que o sabe e ainda sente.
    Lindo poema,Angelus!
    Boa semana,bjka

    ResponderExcluir
  7. Pude ouvir suas palavras falando comigo e isso me encheu de emoção.
    Hoje eu sei que você realmente sabe o que se passa aqui dentro de mim, de alguma forma isso vem se intensificando.
    Hoje, agradeço porque a minha alma pode ser compreendida, pode ser sentida em outros ares.
    Obrigada por compartilhar sentimentos tão belos!
    Com carinho,
    Wanda.

    ResponderExcluir
  8. Nem sempre é preciso que o outro diga o que passa em sua mente para que o saibamos. Quando conhecemos uma pessoa (ou conhecemos a nós mesmos) palavras muitas vezes não significam nada. Um olhar, um gesto pode ser lido perfeitamente.
    Adorei o título dos versos.

    http://miasodre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Muito bom o poema, parabéns!
    Seguindo :)

    http://thebookofmydreams.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Muito bom esse poema, pareçe algo particular sei la ..

    seguindo ae me segue tb ?

    http://meeninasmulheres.blogspot.com/2011/10/luis-moura-isso-vai-voltar-eu-quero.html

    ResponderExcluir
  11. Eu acho incrível como com tanta simplicidade você consegue ser tão profundo com suas palavras. É realmente algo para se admirar. Sabe, lendo e relendo, me fez pensar em várias coisas, como aqueles que conhecemos já algum tempo e que de certo modo se tornam previsíveis para nós, mesmo que elas não gostem de tal idéia e e sintam um tanto quanto incomodadas por não poder ter um elemento surpresa. Também penso que muitas vezes basta apenas um olhar para que haja entendimento ou então um código simples e único entre você e alguém. Um ponto em relacionamento no qual a compreensão se torna natural.

    ResponderExcluir
  12. Belo poema, Angelus.
    Algumas pessoas tem facilidade em expressar em poucas palavras aquilo que sentem em relação ao mundo e as demais pessoas.
    Com toda a certeza, você tem esse talento.
    Agradeço sua visita ao meu site e te desejo um bom fim de semana.
    Até a próxima.

    ResponderExcluir
  13. Muito bom poema. Ter compreensão já é tão difícil pra tanta gente. Ela é o primeiro passo, pra depois a aceitação, o perdão, e quem sabe, o amor.
    Acho que o poema pode referir-se a Deus também.

    Abraço!

    ResponderExcluir

Seja muito bem vindo! Sua opinião pessoal sobre o post é muito importante.