Pesquisar neste blog

sexta-feira, 9 de março de 2012

14 Ódio



Arma poderosa
Se bem usada,
É mortal para quem está apontada
E letal para quem aponta

Todas as palavras doces voam pelos ares
A educação espera do lado de fora
Que tudo vá à merda!

As mãos desejam apertar
Se fechar em volta do alvo
Anseio sombrio

Duas vidas se acabam ali
A desejosa de vingança
E merecedora desta

Rápido
Corrosivo
Mortal.

Angelus.

14 comentários:

  1. Engraçado que quando eu comecei a ler teu texto, procurei nas entrelinhas esse gosto forte que vi nas letras. E encontrei. Encontrei a mesma força nas palavras tuas, um impacto bom e sério.
    Ódio a gente vê aos montes, fere e dói.
    Amei.
    E a proposito, fiquei encantadíssima com a nova cara do blog rs.

    Beijinhos meu bem.

    ResponderExcluir
  2. Oi Angelus,

    O ódio sempre é o pior dos mundos. Ele não é só veneno para alma, mas acaba com a esperança. Encantada!

    Beijos.

    Lu

    ResponderExcluir
  3. Gostei. Num apertar de gatilho, não é apenas uma vida que se acaba. Imagina a culpa de quem está do outro lado da arma? Complicado... Abraços!

    salpage.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Pertinente a constatação de o ódio é uma arma capaz de ferir tanto aquele para quem ela direcionada, quanto aquele que a direciona...

    http://sublimeirrealidade.blogspot.com/2012/03/um-metodo-perigoso.html

    ResponderExcluir
  5. Já ouvi várias vezes dizerem que o ódio é o sentimento mais próximo do amor(acho que se referem às questões passionais). Tenho minhas dúvidas.

    O ódio pode ser uma arma terrível. O final pode ser trágico. Pode não terminar com a morte física. Mas, com a morte emocional. Sei lá... palavras recheadas de ódio podem deixar sequelas irreparáveis.

    Obrigada por ir sempre ao meu blog, Angelus. Vc é um fofo e sempre com palavras sábias.

    bjks JoicySorciere => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  6. Não consigo ver nada positivo no ódio e descordo totalmente daquela máxima que diz "ódio e amor andam lado a lado". Pois que ama de verdade não odeia jamais. E acredito que este é o pior dos sentimentos, mina e mata a vida!

    Abraços, Flávio.

    --> Blog Telinha Critica <--

    ResponderExcluir
  7. Muito bom o seu poema, vc tem talento. Eu penso que o ódio só faz mal, é o veneno que a gente mesmo bebe. Enquanto a pessoa odiada não tá nem aí.
    Bjos.

    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Bem verdadeiro, a pessoa que usa o ódio como arma não percebe que o maior alvo é ela. Tão poderoso ele, tão fácil de usar, e tão rápido de destruir os seres.
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Angelito! Perfeito! Voce brincou muito bem nos versos! e o blog ta lindo!
    Saudades =D

    ResponderExcluir
  10. Ainda bem que existe a poesia pra expressarmos o que sentimos e pensamos...Nas belíssimas letras do nosso português, tem palavras suaves e ternas, mas tem palavras fortes e impactantes, lindas como o mar e as águas correntes de um rio, mas também as iguais as pedras pontiagudas...Todas nos servem e nos auxiliam na comunicação das mensagens que desejamos transmitir. Seu poema forte e profundo não perdeu a beleza da expressão, só por têr usado as palavras pontiagudas, muito pelo contrário! Lindo demais, amiga!

    Beijinhos da Lu...

    ResponderExcluir
  11. Verdade...e difícil sabe quem perde mais....
    bjs rapaz!

    ResponderExcluir
  12. Acredito que o ódio é o extremo de outros sentimentos que se derivam dele. O que as vezes começa com um estresse, uma irritação ou incomodo pode também se transformar em raiva. E se alimentado, em ódio. Talvez seja o fim da racionalidade, de qualquer chance de argumento para tentar resolver tudo civilizadamente porque quando a vingança se torna uma ação movida por esse veneno odioso fica difícil frear qualquer ação agressiva. Realmente, quando as pessoas estão nervosas esquecem da própria educação e agem como se nunca tivessem tido uma. Prefiro encontrar meios de não ser engolido por esse sentimento e assim pensar em coisas positivas para combater tal inimigo até porque nada de bom pode vir do ódio. Ainda mais quando esse gera violência, o que nunca é a resposta certa para nada nesse mundo.

    ResponderExcluir
  13. Angelus, o ódio é destruidor para quem sente. Faz mal, perturba, pesa, corroí e destrói uma alma. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  14. E acredita, até mesmo para o ódio há cura!


    http://alinediedrich.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Seja muito bem vindo! Sua opinião pessoal sobre o post é muito importante.