Pesquisar neste blog

terça-feira, 1 de outubro de 2013

2 Meu Eu Normal

Imagem retirada da internet


Ah, meu Eu normal,
Desculpe a sinceridade
Mas você é tão chato!

Nem mesmo eu gostaria de você
Caso fosse outra pessoa

Onde guardas todos os desejos?
Onde esconde todos os pensamentos?
Todas as verdades não ditas?

Desprenda-se dessa fachada
Imposta sob ameaças de não aceitação

De tanto querer agradar
Não agrada a ninguém
Muito menos a si próprio

Pare de falar e faça
Pare de pedir e tome

Daqueles que te contemplam verdadeiramente
Desprovido de fórmulas
Sorte ou azar

Perdoe a honestidade
Não a confunda com descortesia

Sei que é sombrio pensar isso de você
De nós
De mim

Mas uma Leanan veio visitar-me
E agora perdi o bom senso

Ah, meu Eu normal
Ao menos uma vez entremos em acordo
O real nos espera

Você está pronto?


Mozer.


2 comentários:

  1. Olá!Boa noite
    Mozer
    Como vai? Comigo, bem!
    ...eu normal ou anormal...nossas limitações são patentes. Não somos o que queremos, não fazemos tudo que sonhamos, não temos o dom de estar onde desejamos. Dentro destes limites é que nos movemos. Conhecer os limites pessoais é uma tarefa que dura toda a vida, e que cabe a cada um descobrir-SE em cada momento. O problema é que nós mesmos somos os primeiros a nos criticar e depois queremos nos sentir bem em nossa própria companhia, e se conseguimos cuidar de si mesmo da mesma maneira com que tratamos aqueles que amamos: com muito amor e carinho...estará pronto!
    ...nem esquenta, faça seu tempo, e apareça no meu blog quando puder e quiser...
    Agradeço pela visita
    Bela semana
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. As vezes é preciso colocar nosso Eu normal contra o espelho. Provocá-lo, Questioná-lo e, por último, mas não menos necessário, tentar entendê-lo. Não é fácil, pois isso parece simples mas não é tendo em vista nossa complexidade, tendo em vista as coisas que vão além da nossa razão já estabelecida durante anos de vida. Em algumas vezes, o mais importante é não pensar e sim agir mesmo que isso nos leve ao muitas vezes inevitável erro. Faz parte do aprendizado que, por consequência, leva ao crescimento pessoal. E para que toda essa ``mágica`` do tempo aconteça é preciso de um empurrãozinho, uma inspiração, um ponto de partida para que as coisas comecem a acontecer. Se vai ser bom ou ruim, não sabemos. Não dá pra ver além das nossas escolhas, o que me lembra de um trecho de uma música que diz ``o melhor de tudo isso é a viagem e não a chegada``.
    Parabéns mais uma vez pelas palavras inspiradas
    Que essa Leanan te propicie mais momentos como esse.
    Abraços

    ResponderExcluir

Seja muito bem vindo! Sua opinião pessoal sobre o post é muito importante.