Pesquisar neste blog

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

2 Paradoxo

fonte da imagem


Quando olhares pela janela esta manhã,
o Sol não terá nascido.

Quando sentires o aroma das rosas,
elas não terão desabrochado

Quando veres o relógio,
as horas não terão passado.

Quando pensares que corre,
nem terás caminhado.

Quando estiveres no chão,
sequer estarás caído.

Quando alcançares o céu,
ainda não terás alçado voo.

Quando achares que estás vivendo,
nem ao menos terás nascido.

Quando leres estas palavras,
tu ainda não as terás escrito

Mozer.


2 comentários:

  1. O que mais dizer sobre essas palavras que descrevem a essência do paradoxo? O inexplicável acontecendo e ao mesmo tempo não acontecendo diante dos olhos assim como a vida que mesmo com toda a sua simplicidade nos surpreende com tantas coisas que parecem ao mesmo tempo inexplicáveis. Seria a vida em si um paradoxo também ?

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso poema palavras encantadoras, Mozer passando pra desejar uma ótima quinta-feira beijos.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Seja muito bem vindo! Sua opinião pessoal sobre o post é muito importante.